no Extremo Oriente ...à descoberta de um novo mundo
Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007
Emigrantês
Esta é uma nova língua. Achei que devia falar sobre ela. Antes de "emigrar" achava que as pessoas quando misturavam conversas em várias línguas o faziam porque pronto, queriam mostrar alguma coisa...pois eis que entretanto cheguei à conclusão que apenas se demonstra uma grande confusão nas cabeças. Sofro desse mal!!! Começo a falar em Português para a Madame Zhnag que só percebe inglês e chinês, depois faço um update , falo em inglês e termino com o duí palavra em chinês para dizer que sim, ou certo. Portanto isto anda a modos que complicado. Um dia qualquer uns alemães perguntaram-me qualquer coisa, falei em inglês, meti umas palavras em alemão pelo meio (do pouco que ainda me lembro) e acabei em chinês, com eles todos a olharem para mim, como quem diz: "O que é que tás pr'aí a dizer?"

Noutra ocasião estava a falar em espanhol ao telemóvel, tive que cambiar para inglês porque precisei de falar com a Madame Zhang, voltei ao telemóvel a falar inglês e misturei umas palavras de chinês lá pelo meio. De doidos!!!

É isso, e de repente começar a falar em português para a Madame Zhang com a maior das naturalidades, ou tão simplesmente começar a falar inglês com a minha chefe, que é portuguesa, ou ainda, e esta foi a proeza do dia, atender um telefone que é interno, note-se interno, portanto toda e qualquer chamada de lá vem da Embaixada e é de uma pessoa que eu conheço, e quase de certeza portuguesa, atendo em inglês, a pessoa fala inglês porque pensa que está a falar com a Madame Zhang, bloqueio e passo o telefone sem perceber nada. Lindo não é? Isto hoje foi mesmo bom!! Uma vergonha passei eu, agora quando encontrar o Sr. Eduardo lá vou ter que pedir desculpa pela barracada que foi aquele telefonema.

Também é deveras interessante quando preciso de saber uma determinada palavra em inglês para saber o significado de uma qualquer palavra em chinês e tenho que pedir que me expliquem o significado da palavra em inglês para depois sim, perceber a palavra em chinês. Que posso eu concluir, que tou doida e que o meu Tico e o meu Teco andam numa confusão sem saberem afinal que língua devem falar. Acho que falo actualmente emigrantês, um mix de todas as línguas que conheço e mais alguma coisa que possa inventar.

Ah, é verdade, ainda tento entender as minhas amigas italianas, no meio desta confusão toda, falo para elas em português na esperança que me percebam, ou ainda lanço umas palavras em espanhol para a minha colega coreana que percebe um bocado da língua de nuestros hermanos, e hoje tive que testar o grau de português de uma chinesa com sotaque brasileiro, falando com ela ao telefone...

Quando voltar, se eu começar a falar emigrantês não se admirem...

sinto-me: Estarei doida?
música: RFM pela net

disse anliang às 08:31
link do post | Digam o que quiserem | favorito

1 comentário:
De Andre Rocha a 9 de Setembro de 2007 às 20:16
Hey my friend, welcome to my world!!! Que o diga eu, portador do status de emigrante em dois países. Cá na Inglaterra tb falo inglês as vezes com a malta tuga e com a malta brazuca por causa de estarem outros camones presentes. Foi um pouco esquisito no início mas depois habituei-me. Mas isso de baralhar as palavras ate é fixe. Bem, ainda não tinha feito nenhum comentário, então já cá está: parabéns pelo blog porque tá muito "maneiro"!!!! Beijinhos, fica bem.


Comentar post

Quem sou eu?
Roteiro de Viagem

Até Breve...

2008

The very last countdown

Cores

Macau e Hong Kong finally

Confissões

Papéis

Compras e mais compras

Home alone, almost China ...

Entendimentos a Oriente g...

Countdown...

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Área da Cusquice
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


blogs SAPO
subscrever feeds