no Extremo Oriente ...à descoberta de um novo mundo
Domingo, 27 de Maio de 2007
Visitas de Fds e mais coisas em Pequim
As alterações climáticas neste lado do mundo são surpreendentes. Não só a chuva desapareceu, como ontem fez uma tempestade de areia e hoje está imenso calor. Sendo assim, nunca sabemos na realidade como vamos começar o dia, se a fugir da chuva, se a esconder-nos do sol quente.

As últimas visitas já regressaram a Putaoya . A Diana partiu na 5ª feira. Celebrou-se com um jantar óptimo no Indonésio e com um pé de dança no Latino's . Mas porquê o Latino's ? Porque além da Diana, também a nossa amiga Marielle , holandesa com raízes portuguesas, voltou para o seu país, uma vez terminado o seu estágio na Câmara de Comércio da UE na China, fã incondicional deste lugar da noite, pelo que, lá fomos dizer o nosso adeus. Era noite de performance de dança: Mambo e de actuação da banda ao vivo. Foi divertido. Regressámos a casa cedo, porque no dia seguinte o trabalho continuava à nossa espera.

Quinta feira à noite chegaram os nossos "primos" do Sul, ou seja, o António e o Madalena que vieram passar o fim de semana a terras do Norte da China. Os sofás da sala do 22 estão mais que reservados para as visitas, e ao que parece, são confortáveis e bons para dormir. Noite amena, copos de boas vindas no Aperitivo em Sanlitun . Sexta feira foi dia de semi desbunda para uns e desbunda total para outros. Jantámos no Tailandês, com direiro a sangria e tudo. Festa dos nos 80 no Alfa. Para mim a noite terminou por ali, para os demais continuou até bem cedo, segundo ouvi dizer.

Sábado foi dia de passeio por Pequim e de nos perdermos um pouco nas ruas desta cidade. O calor era mesmo sufocante. Visita feita à Drum Tower , da qual não tenho nada a relatar, a de Xi'an era bem mais gira e muito melhor aproveitada, foi tempo deixar as visitas passearem. Voltei a Sanlitun para beber um Iced Cofee no Aperitvo , passar no Yashow , com pouco dinheiro na carteira e por isso, pouca convicção! Jantar em Restaurante Tibetano, agradável mas nada de especial. O dito tinha uma decoração muito gira e muito típica. Valeu a pena sobretudo por isso. Depois, e porque temos sempre que praxar as nossa visitas, lá fomos dar uns passos de salsa e beber uns copos ao L. Runo ao Drive in de Pequim, acabámos a noite num bar chino-espanhol ou qualquer coisa que o valha, a ouvir rock em chinês, onde hippies e música alternativa se misturavam com copos baratos e esplanada de cadeiras de plástico.

Domingo, solarengo e quente, visita ao Panjaiuan , mercado tipo Feira da Ladra cá do sítio e onde qualquer um perde a cabeça. De tudo um pouco, típico o mais possível, pratas, pinturas, colares, móveis...Não comprei nada, ainda! Mas acho que vai ser muito complicado lá voltar e vir da mãos a abanar. Quando for para regressar quero é ver como é que vou mandar a tralha toda, pior, quanto é que eu vou pagar!

sinto-me: A desidratar

disse anliang às 11:11
link do post | Digam o que quiserem | favorito

1 comentário:
De Jorge Pires a 7 de Junho de 2007 às 23:47
Tempestade de areia?

Aguardo um próximo post com relato da coisa:)


[ já uma vez fiquei com camera de vídeo avariada só com uma bisazinha de areia do deserto fina como pó... :-( ]


Comentar post

Quem sou eu?
Roteiro de Viagem

Até Breve...

2008

The very last countdown

Cores

Macau e Hong Kong finally

Confissões

Papéis

Compras e mais compras

Home alone, almost China ...

Entendimentos a Oriente g...

Countdown...

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Área da Cusquice
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


blogs SAPO
subscrever feeds