no Extremo Oriente ...à descoberta de um novo mundo
Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007
Às cegas
E se fossemos cegos? Se não conseguissemos ver rigorosamente nada, como seriam as nossas refeições? Pois bem, no sábado passado tive uma dessas experiências e fomos a um restaurante no qual se come às escuras, mas às escuras mesmo, sem ponta de luz, numa sala para a qual somos conduzidos uns atrás dos outros em fila indiana e mãos no ombros para não nos perdermos. Pelo que perguntámos, na sala estavam 10 pessoas, todas chinesas e nós, que não paramos de rir e dizer parvoíces o jantar todo.

Ao inicio é esquisito estar sentado num lugar que não se vê, não se tem noção de nada, de espaço, de quem está na sala, de nada. Temos que andar a apalpar tudo à nossa volta para saber onde estão os pratos, os talheres, as bebidas, que para evitar coisas de maior vêm todas com palhinhas, não há copos. Os empregados, que nós não vemos, trazem uns óculos de visão nocturna, para poderem circular e trazer os pratos que previamente escolhemos antes de entrar na sala. Sabemos  sempre, pensamos nós, o que comemos. Quando nos trazem os pratos tocam-nos na mãos por forma a sabermos onde está o prato e depois meus amigos, é à sorte, espetar o garfo na carne e no resto da paparoca, a colher na sopa...descascar os lagostins e ainda comer a salada de fruta. Confesso que na parte da salada já estava a comer com as mãos... Todos de avental, para prevenir badalhoquices de maior, assim decorreu o jantar animado, em que não nos vimos durante hora e meia. Perdemos a noção não só de espaço mas também de tempo. As malas, telemóveis, relógios com luz ficam à porta...quer dizer, num cacifo!

Foi uma experiência interessante. Não me parece que vá repetir porque é esquisita mas acho que quem puder que devia lá ir...vou ver se descubro o nome do lugar, é que acho que não existe só aqui em Pequim...bem em Xangai sei que há, bem se calhar só há na China, por isso, quem lá quiser ir tem que me vir visitar...se vierem, eu posso lá ir outra vez!!!

Claro que não há fotografias...nem isqueiros se podiam levar quanto mais máquinas fotográficas, eheheheheh

sinto-me: às escuras

disse anliang às 08:01
link do post | Digam o que quiserem | favorito
|

1 comentário:
De mary a 29 de Agosto de 2007 às 10:26
nem pensar... eu gosto de ver a minha comidinha! Os olhos também se deliciam, minha amiga... um belo bife com batatas fritas e ovo ou um polvo à lagareiro não sabem ao mesmo... Beijinhos. Ps- não repitas isso... Sabemos lá que raio de comida era essa... (e olha que eu sou adepta de novas experiências e com relativa capacidade de adaptação...)


Comentar post

Quem sou eu?
Roteiro de Viagem

Até Breve...

2008

The very last countdown

Cores

Macau e Hong Kong finally

Confissões

Papéis

Compras e mais compras

Home alone, almost China ...

Entendimentos a Oriente g...

Countdown...

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Área da Cusquice
Que horas são aqui?
E que horas são aí?
Os Cuscos
   
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


blogs SAPO
subscrever feeds